sexta-feira, 24 de maio de 2013

Emaranhados


Digo, para mim insistente:
Eu não te quero... não te desejo!
Mais não sei mentir
E o meu corpo, meu coração
Gritam alucinados quando
Apenas penso em ti...
Desejo-te sem contestação
Desesperadamente
E essa é a minha perdição!
Quero que o destino ajude-nos
Empurrando-nos um para o outro
Já que não depende
Apenas da nossa vontade
E do nosso louco querer
Aplacar essa paixão desenfreada.
Quero-te... preciso-te
Urgentemente, loucamente!
Quero está presente
No teu tempo... agora!
Quero fazer parte do teu mundo
Desbravando teu universo
Desconhecido e misterioso,
Vasculhando os recantos do teu corpo
Permitindo-me conhecer, enfim, o meu
E deslumbrar-me quando você e eu
Emaranhados, formos apenas um!

 Nádia Santos
Recife – PE
23/05/13

* * * * * * * * * *

Convido a todos para ler meu novo conto
Se permitindo amar
http://soltandoamente.blogspot.com.br/2013/05/se-permitindo-amar.html

14 comentários:

  1. Poema maravilhoso e motivador, em cada palavra que constrói o belo poema tem a magia do amor.

    ag

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou movida por ele... o amor!, Um abraço Antonio e obg.

      Excluir
  2. Nádia, minha querida! Que poesia ardente, realmente... Amo ler suas criações! Muito inspirador apaixonante. Lindo find e Beijossssssss!

    ResponderExcluir
  3. Oi Nádia!
    O amor sempre vence a paixão, pois se a paixão acabar, tem o amor para nos fazer feliz. Feliz aquele que sabe viver com intensidade todas as fases do seu viver.
    Linda poesia alucinante
    Beijos
    Lua Sngular
    À tarde vou ler seu conto. Acabei de almoçar, está chuvoso, vou dormir um pouco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A paixão apimenta o amor, mas sabe que grandioso é o amor. Um bj amiga Dorli.

      Excluir
  4. “Acredite no amor, acredite na magia. Acredite em si mesmo. Acredite nos seus sonhos. Se você não o fizer, quem o fará?”
    (Jon Bon Jovi)

    Cumprimentos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existem duas coisas em que eu acredito com toda a força do meu ser... Em Deus e no amor, aliás para mim, não se pode falar de um sem mencionar o outro. Obg Fernando. Um abraço.

      Excluir
  5. Lindo, Nádia. No amor.. um mais um... dá um. É a matemática do amor. Gostei da sua súplica em poema, muito intenso esse querer. Beijossss... ah aguardando a montagem de nossos poemas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carlos, obrigada pelo carinho. Irei postar mais tarde. Bjus

      Excluir
  6. Lindo demais,Nádia. Em amor,quando juntos,formam um so coração e alma realmente.

    Belo,romântico e sensual seu poema.

    É mestra em falar de amor,amiga.


    Obrigada pela visita e linda semana.Beijos

    Donetzka

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como disse o Carlo, logo acima, no amor um+um= UM
      Obrigada Done e bjus.

      Excluir
  7. Oi Nádia, vim agradecer sua visita, volte sempre é um prazer te ver lá no meu cantinho.
    Quanto ao seu poema, belíssimo! A forma que você deixa transparecer a força do amor, que une dois corações em um, é maravilhoso! Parabéns!
    Abraços um lindo final de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradecida pelo carinho Lourdes e obrigada por seu carinhoso comentário, bjus.

      Excluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos