quarta-feira, 1 de maio de 2013

Coração, chora baixinho

Chora coração, chora quietinho 
Todo o pranto que tens sufocado 
Chora tuas dores, chora baixinho 
Não deixarei teu choro ser escutado 

Enquanto choras, ficarei sorrindo
Representarei como atriz veterana
Farei o espetáculo sempre fingindo
Que com maestria, a todos engana 

Pode ficar descansado coração 
Sempre que a cortina for fechada 
E ver-me sozinha na escuridão 
Choraremos nós, pela madrugada 

E já sem platéia nos observando 
Nós derramaremos nosso pranto; 
E pela manhã quando o dia acordar 
Vamos juntos atuar, a todos encantando
Nádia Santos
Recife - PE
01/05/13

16 comentários:

  1. OI NÁDIA!
    QUANTAS E QUANTAS VEZES, NO DCORRER DA VIDA TIVEMOS DE SER ESTAS ATRIZES, DAS QUAIS FALAS, MESMO COM O CORAÇÃO CHORANDO, TIVEMOS DE TER NOS LÁBIOS UM SORRISO, EIS A VIDA...
    UM TEXTO LINDO E COMOVENTE.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Zilani, já perdi até a conta. Bjus amiga.

      Excluir
  2. OLÁ NÁDIA,

    encantamento, certamente não faltará.

    Nossa!

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  3. Oi Nádia!

    É o palco da vida. Quem é que está se importando se estamos num palco felizes ou infelizes? O amor está acabando dando lugar a competição para todos chegarmos ao mesmo lugar.
    Linda e chorosa poesia
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ninguém sabe o que passa dentro de nós... Bjinhos amiga e obg.

      Excluir
  4. E quantos de nós não fazemos exatamente a mesma coisa? Lindo poema! Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Como decía Maurice Maeterlinck:
    "A veces no nos dan a escoger entre las lágrimas y la risa, sino sólo entre las lágrimas, y entonces hay que saberse decidir por las más hermosas".
    Precioso Post.
    Abraços e beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Linda palavras Pedro Luis e obg por sua visita, um carinhosoo abraço.

      Excluir
  6. Antes de voltar ao palco, choramos nossas dores e a escondemos dos demais. Coisas da vida, de fato. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quantas vezes não fazemos isso não é amiga... Bjusss

      Excluir
  7. Una manera de maquillar el dolor... triste y muy bello!
    Siempre es un placer leerte Nadia, te dejo un fuerte abrazo!

    ResponderExcluir
  8. Nádia: Lindo coração a chorar beijinhos esse chorar do coração deu uma lindíssima poesia.
    Beijos
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gomes, fico feliz que tenha gostando e obg por sua visita e comentário. Um abraço.

      Excluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos