sexta-feira, 5 de abril de 2013

Sou dependente!

Confesso que sou dependente!
Confesso que sou viciada!
Não consigo viver sem ele
Que sinto logo sua falta.
Meu corpo precisa senti-lo
Sem ele fico como louca
Sinto o ar me faltar
Os olhos a lacrimejar;
Os lábios e boca ressecam
O corpo sente tremores,
Calafrios e convulsões.
Sem ele, tenho alucinações
E constantes arrepios
O corpo é tomado por ardência
O coração sofre de palpitações.
E a noite vem a insônia e a ansiedade...
Fico em estado crítico, de insanidade
Uma verdadeira calamidade!
E é mais forte, nas madrugadas essa
Dependência, junto com a carência
Que sai como um grito, um forte clamor!
Então grito para a lua, para as estrelas
Toda minha dependência ao amor...
Nádia Santos
São Luis - MA
05/04/13



9 comentários:

  1. Hay amores que se vuelven adictivos, precioso leerte1
    Abrazos miles, buen fin de semana Nadia!

    ResponderExcluir
  2. Oi Nádia
    Como sempre escrevendo poesias inspiradíssimas cada dia melhor.
    Obrigada
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  3. Teu blog ta lindo.... q post, hein....

    saudades de ti...

    beijocando

    P.S. mudei o link do meu blog:deliciasdavenus.blogspot.com.b

    ResponderExcluir
  4. Olá

    Ser dependente
    de alguém,
    é confessar
    que se é dependente
    da vida...


    Que haja em ti sempre
    um sorriso,
    para enfeitar de beleza a vida.

    ResponderExcluir
  5. Crer em Deus e nos Seus planos nos
    traz a serenidade que só a fé pode trazer e
    nos conduz à fonte do prazer de viver,
    da qual beberemos e da qual seremos saciados.
    Benditos somos nós, donos de uma força que ignoramos e
    herdeiros de um Pai que nos recebe de braços abertos
    cada vez que decidimos voltar pra casa.
    Carinhosamente te desejo um abençoado final
    de semana.
    Que Deus abençoe você paz amor e luz.
    Beijos no coração carinhos na Alma,Evanir..
    www.aviagem1.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. E como viver sem o amor? Ele é seiva que nos alimenta. Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Então Nádia,

    isso sim, é uma dependência inteligente,positiva e que não causa overdose fatal.

    Quer dizer, aqui também, se bem administrada.

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  8. Na vida precisamos de amor, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  9. E que essa dependência se espalhe entre todos nós. Lindo, um bj.
    => Mulher, amor e poesia

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos