quinta-feira, 18 de abril de 2013

Coração x razão

Hoje meu coração e minha razão
Estão mais rebeldes e incontroláveis
Cada qual querendo ser mais forte
Lucidez e emoção... indomáveis!

E eu perdida nesse mundo louco
Não sei se atenda meu coração
Que é bobo, apaixonado e teimoso
Entrega-se todo e só tem decepção

Mas a razão logo abre-me os olhos
Que insiste em seu pranto derramar
Emudece essa minha boca sedenta
Que quer gritar que continua a te amar...

Mas a razão não consegue entender
Amor que causa ao outro sofrimento
E por mais que esse coração ame alguém
É preciso se amar sem constrangimento

Ah coração! Nem sempre posso te ouvi
Mesmo trazendo em mim esse amor
A razão tem argumentos mais fortes...
Quem ama respeita, confia, não causa dor!

Nádia Santos
São Luis – MA
10/04/13

7 comentários:

  1. Oi amiga Nádia,

    Essa poesia é linda, a consciência é o equilíbrio do amor, amor esse que por muitas vezes nos faz sofrer.
    Eu sempre fui mais razão e deu certo...
    Um beijo
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  2. entre a razão e o coração
    que vença o amor.


    beijo

    ResponderExcluir
  3. Tudo que eu queria . Equilíbrio.
    ]Beijos!!

    ResponderExcluir
  4. OI NÁDIA!
    E ESTA DEVE SER A RAZÃO DO AMOR, CARINHO, CARINHO, CARINHO... SÓ!
    LINDO AMIGA.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Ah, dúvida cruel...Por que será, Nádia, que o amor, sendo tão lindo e desejado, causa sofrimento?...Um beijo e muita paz!

    ResponderExcluir
  6. Lindo poema cheio de amor, seu coração é romântico e confia, quando se ama é assim,vemos o amor puro onde não existe espaço para a maldade, pena é, quando a pessoa que é amada não corresponde do mesmo modo.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  7. Ah ! o amor e seus percalços !
    Estou definitivamente posicionado na "fila do gargarejo" de seus escritos.

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos