sábado, 30 de março de 2013

Vou ser feliz


Certo dia te olhei
Não mais te reconheci...
No teu olhar me procurei
E neles não me vi...
Já não sentia calor
No teu abraço, e
Tuas palavras agora,
Escassas, eram frias,
Sem sentimento, amargas.
Já não me amas!
Tudo bem, vou partir.
Posso até chorar e sofrer
Pois é tão bobo
Esse coração meu, mas
Desculpe-me amor,
Vou ser feliz. 
Pois foi você quem perdeu! 

Nádia Santos
São Luis - MA
27-03-13

6 comentários:

  1. Olá Nádia,lindo poema este que transmite um momento de viragem, e decisão que por vezes só é possível com muita coragem e determinação.
    Boa Páscoa para ti com muita paz,beijinho

    ResponderExcluir
  2. Olá querida Nádia, pôr um ponto final com consciência é sentir-se segura e prá cima, pois aquele que perde é sempre quem não soube corresponder o amor dedicado.Lindo Poema!!!
    Desejo-lhe Feliz Domingo de Páscoa!
    Que possamos renascer na esperança
    de um novo dia, de um novo amanhã,
    de uma nova vida!!
    Beijos , Vilma

    ResponderExcluir
  3. Nádia, é verdade, as vezes nosso coração é tão bobo que muitas vezes perdemos o controle do mesmo. Nosso coração é tão bobo que não devemos aproveitar do mesmo para guardar mágoas dentro dele, pois, a mágoa fere a alma e o espírito.

    Nosso coração é tão bobo que as vezes nos prega peça. Nosso coração é tão bobo que, muitas vezes, mesmo sabendo que não somos querido por alguém desejamos a elas toda felicidade do mundo. Abraço fraterno

    ResponderExcluir
  4. Se não podemos controlar os nossos sentimentos nem forçar os dos outros, podemos ao menos decidir a felicidade!
    Muito positivo, Nádia!

    Feliz Páscoa!
    Beijinhos.

    => Crazy 40 Blog
    => MeNiNoSeMJuIz®
    => Pense fora da caixa

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Teu poema traduziu perfeitamente o meu momento.

    Lindo, um encanto tudo por aqui

    Beijos meus

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos