segunda-feira, 25 de março de 2013

Tudo em mim é tanto


Sinto as vezes uma sensação estranha 
Como se algo dentro de mim fosse explodir 
Pois dentro de mim há uma sede tamanha 
Por tudo e tanto que me permito sentir 

Sinto que tudo em mim é tanto e intenso 
Sinto tudo em mim prestes a transbordar 
São tantos sorrisos, tantos abraços imensos 
Tanto afeto, tanto amor e paixão para doar 

Como a água, tudo em mim é transparente 
Quero viver tudo o que sinto ardentemente 
Pois sensações, emoções, palavras não omito 

É insuportável reprimir meus sentimentos 
Quando amo, toda me entrego ao momento 
E viver tudo com intensidade, me permito. 

Nádia Santos 
25/03/13 

13 comentários:

  1. Oi Nádia
    Que lindo! E intenso, me identifiquei bastante.
    Bjos.
    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. É isso aí........vamos nos permitir!

    Linda poesia..

    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Oi, Nádia! Gosto bastante dos seus poemas, mas tenho grande afeição pelos sonetos. Gosto da simetria, da beleza enxuta dos versos. Parabéns, adorei, como sempre!

    Perdão pela gafe no outro post, tenho este péssimo hábito de trocar os nomes das pessoas.

    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  4. Intenso e belo soneto , Nádia .
    Temos que nos permitir ser quem somos e demonstrar
    os mais profundos sentimentos .
    Grata pela partilha , amiga.
    Beijos e boa semana

    ResponderExcluir
  5. OI NÁDIA,

    aqui você realmente se superou a começar por este título excepcional:TUDO EM MIM É TANTO!!!

    Nossa, e continue a explodir-se...com certeza.

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  6. Oi Nádia, tudo bem? Vim fazer uma visitinha para te desejar um ótimo dia. E também quero dizer que tem postagem nova em meu blog. Estou tentando voltar e manter o blog atualizado e também as visitas aos amigos, espero que possa fazer isso daqui por diante. Parabéns pelo maravilhoso soneto, uma verdadeira obra de arte, à qual, não cabem comentários, só aplausos. (sem falsos elogios) adorei mesmo. Receba um grande abraço do amigo Marcos, até mais.

    ResponderExcluir
  7. Bom dia Nádia,seu versar lírico e sempre repleto de sentimentos,ternura e paixão ardente,vindas de sua alma sempre apaixonada!
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde amiga
    Hoje vim agradecer sua presença amiga lá no meu cantinho, e informar que endereço do meu blog mudou http://mariaalicecerqueira.blogspot.com.br/
    Também pedir desculpas pela minha ausência, mas tem sido por conta de estar na luta em busca de uma editora para editar meu livro.
    Agradeço a compreensão!
    Tenha uma linda semana
    Com carinho Maria Alice

    ResponderExcluir
  9. QUE SENTIR MARAVILHOSO...POÉTICO !!! LINDO !!! UM BEIJO LINDA Pedro Pugliese

    ResponderExcluir
  10. Tudo é permitido numa entrega plena. Gritar, uivar, gemer. É gostoso até sentir o peso de quem se ama e está sobre, sufoca um pouco mas até isso é gostoso. Dá vontade de mais. Pelo que você escreve... está bem que as vezes nem tudo que se escreve é verdade...mas sabe... manda um gmail pra mim. Prometo sigilo absoluto, querida. kkkkkk

    ResponderExcluir
  11. Há na entrega total e nos sentimentos genuinos algo quase doloroso que você expressou de forma perfeita, Nádia!
    Gostei muito!
    Beijos.

    => Crazy 40 Blog
    => MeNiNoSeMJuIz®
    => Pense fora da caixa

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos