domingo, 10 de março de 2013

Luz

Há momentos que sinto medo...
Medo do que penso..das loucuras
Que surgem em meu pensamento
E que tentam me roubar a doçura!

Porque penso assim? Meu coração 
É bom... minha essência, é boa
Por que de súbito, me invade
Pensamento leviano, que magoa?

Que parece querer me sugerir... Não!
Preciso afastar tudo isso de mim
Eu sou melhor... Eu sou forte!
Não posso me deixar levar, assim

Por esta nuvem que me assusta
Que parece que a mim induz...
Preciso lutar... preciso reagir...
Preciso me manter na luz...
Nádia Santos
09/03/13

*Imagem do Google

7 comentários:

  1. Versos de angústia profunda.
    Todos temos momentos de dúvida! O importante, não é a dúvida, mas a capacidade de a ultrapassar...

    => Crazy 40 Blog
    => MeNiNoSeMJuIz®
    => Pense fora da caixa

    ResponderExcluir
  2. Nádia ,

    Desabafo ?
    Belo poema .
    Não perder o foco , é a conclusão , me parece .
    Beijos e boa semana

    ResponderExcluir
  3. Esse é um verdadeiro Grito da alma. Versos de extrema transparência...autêntico e belo!!Bjss amiga.

    ResponderExcluir
  4. Focada na luz!
    É isso mesmo visse! Amei esses últimos três que li agora. Beijos e uma semana pra lá de arretada!!!

    ResponderExcluir
  5. Boa noite,

    Cheguei até aqui por curiosidade, pois, vi uma crítica sobre seu blog no NOTAS E NOTICIAS, então quis entender porque.
    Na verdade não constatei nada demais e o Notas, faz referencia a Crer ou não em Deus, nada a haver com o seu espaço, afinal, poema é poema, eu já vi muitos ateus se darem bem na vida, e nem por isso foram criticados por ninguem.

    Gostei daqui. sonia.

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos