terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Sempre a esperar...





Quebro-me em pequenos fragmentos
Quando não sente meu corpo ardente
Teu corpo, que para o meu é alimento
E que abastece-me... completamente!

É assim que ficamos, eu e minh'alma...
Totalmente carentes e despedaçadas
Sem tuas carícias que nos tira a calma
Que nos excita e nos deixa arrepiadas

Gosto quando chegas indecentemente
Quando tomas meu corpo impetuoso
Acendendo este desejo intensamente
E rendida entrego-te meu ser ardoroso

Não deixas meu corpo descansar tanto
Quero-te! Vem dentro de mim residir...
Toma posse de todos os meus recantos
Este corpo está sempre a esperar por ti.

Nádia Santos
12/02/13









13 comentários:

  1. Nádia minha poeta erótica preferida, como se diz por aqui, que baita poesia guria, muito boa mesmo bj.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá poeta Orides, obrigada por tão fervoroso elogio. Um abraço!

      Excluir
  2. Olá!Bom dia!
    Nádia
    Querida moça
    Obrigado pelo carinho de sempre
    Lindo e intenso como sempre!Gosto do seu "tom".
    Sempre a esperar...
    aquele doce açucarado que não enjoa, que não sai da boca...Aquele doce que nos arrepia à toa..
    Meu carinho
    Boa quarta feira!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada a vc por suas doce palavras. Bjus Menino Felisberto.

      Excluir
  3. rimas muito bem elaboradas carregadas de erotismo.

    beijos

    ResponderExcluir
  4. Quando aqui visito espero me surpreender, e isto sempre acontece, continuo sempre a esperar ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aumenta minha responsabilidade... Espero que consiga mante-lo sempre aqui. Bom dia pra ti caro Antonio.

      Excluir
  5. Nádia querida, gostaria de ter esta facilidade que vc tem para fazer poesia e falar de amor!...
    bjs,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou uma mulher romântica, apaixonada pela vida e por um homem maravilhoso... será que isso ajuda? Ong Martha por sua visita, bjus.

      Excluir
  6. sensualidade a flor da pele,é o que esta poesia provoca no leitor!parabéns pela sua inspiração.lindo ´poema

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Adryana, obg por sua visita amiga, bjus.

      Excluir
  7. Boa noite, Nádia. Um desejo intenso, louco, arrebatador, que simplesmente encanta com fervor.
    Muita sensualidade em bom tom.
    Amor assim, não se pode reclamar.
    Fique com Deus.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos