quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Será que o amor me enganou?


Será que o amor me enganou?
Não! O amor não engana ninguém...
Sou eu que fui e continuo sendo cega!
O amor não me enganou...
Fui eu que me deixei enganar, 
Vendo apenas o que minha carência e
Minha necessidade queriam e ansiavam.
Pobre do amor ou pobre de mim?
Pobre do amor... que eu usei
Para realizar minhas fantasias bobas...
Fantasias... que de repente se
Transformaram em densas brumas...
Fumaça que foge por entre os dedos...
Bolhas de sabão que sobem
E de repente estouram no ar...
Não... o amor não me mentiu.
Fui eu que inventei uma verdade
E dessa verdade me alimentei
Até que ela se tornou indigesta...
Também não posso dizer 
Que o amor me fugiu... Não! 
O amor não pode ter fugido...
Pois parece que ele... nunca chegou...
Nádia Santos
16/01/13

* Amo a vida, por ela ser repleta de 
   surpresas... pena que nem sempre 
   são boas...

22 comentários:

  1. A imagem de alguns versos
    são belas
    as indagações são de paixões
    que se avolumarão na existência
    a pressuposição que é amor
    torna a essência do poema
    um drama subjetivo
    dramático

    mui belo

    Luiz Alfredo - poeta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem que tem a poesia pra desabafar minha tristeza... Obg poeta.

      Excluir
  2. Olá!Bom dia!
    Nádia,minha querida
    e que continue amando a vida. Surpresas boas acontecem sempre, tal como as menos boas. Não tem como evitá-las, há que aceitar, e fazer coisas um pouco diferentes daquelas que temos vindo a fazer, coisas que nos despertem que nos possam fazer sentir bem, mas é necessário fazer, mesmo que isso seja difícil.E se o amor te enganou, então delete tudo aquilo que não valeu a pena. Afinal... o amor nunca chegou a saber quem realmente você é...
    Bela quinta feira!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O amor não engana ninguém, eu sei, nos deixamos iludir com nossa vontade de ser feliz e assim criamos um vém nos nosso olhos e quando ele cai enxergamos a realidade, que geralmente doi... mais passa. Obg menino, bjus.

      Excluir
  3. ...e assim é a vida...

    Beijinhos

    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei disso Aninha já passei por isso outras vezes, mais posso fazer que seja última, basta amar sem envolvimento físico, aos 52 anos estou querendo paz... e vida a dois é difícil... Bjus

      Excluir
  4. Nádia,
    O amor não foge ele invade sem pedir licença, e se ele ainda não chegou, com tão ternos versos, arrisco dizer-lhe que deve estar bem próximo, isso se já não estiver instalado num cantinho bem caladinho... Lindo minha querida! Gr. Bj.!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei amiga, invade e nos atordoa e fiacamos achando tudo lindo, como se tivéssemos tomado alucinógenos, só que o efeito passa e as consequências aparecem... desagradáveis... Obrigada e bjus pra ti.

      Excluir
  5. Não é o amor que lhe enganou, foi você quem idealizou um amor. Por vezes a paixão faz esta confusão em nossas cabeças e, depois que a surpresa ruim passa, que aprendemos a digeri-la, é que tomamos discernimento disto.
    Como comentei em meu último post, não sou muito de falar de amor, pois não gosto de falar do que desconheço, contudo, eu sei O QUE NÃO É amor.
    Bom dia.

    => CLIQUE => ESCRITOS LISÉRGICOS...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Christian, as pessoas tem a mania de colocar suas expectativas nos outros e no final é só decepção, eu sei que não devemos buscar no outros o que só em nós pudemos encontrar, mais vai dizer isso ao coração bobão... estou vendo que ainda não aprendi nada... continuo fazendo errado. Obg

      Excluir
  6. o que o coração
    sabe hoje
    a cabeça entenderá
    a ma nhã


    beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pior que eu sei disso amiga Margoh e como sei, mais como tu mesma dissesse... "meu coração é feijão com arroz, repetitivo que só..." Bjus e obg.

      Excluir
  7. Querida amiga Nádia, todos nós passamos por algo assim, eu cheguei a pensar que não conseguiria sobreviver, pois tenho os sentimentos muito à flor da pele, quando a gente ama, a gente quer que seja pra sempre, mas como diz o meu pai, nada na vida é para sempre, e a gente acaba sofrendo por isso.
    Me vi em cada linha dos seus versos, pois que eu sempre acreditei no amor e ele me pregou uma peça daquelas...
    Um beijo em seu coração...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cada amor temos com a esperança que seja o último... mais na prática não é bem assim. Então... "que seja eterno enquanto dure..." Como disse o famoso poeta. Bjus amiga

      Excluir

  8. Nádia versos de transparencia fenomenal!
    O amor nunca engana simplesmente porque é puro!
    Nós tb n nos enganamos em recebe-lo nunca! Independente do resultado e da dor adjacente!
    Gostei mt !

    xoxo
    http://lualibra.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei querida Sarah o amor sincero é sempre puro é a incompreensão, o egoísmo, a arrogância, a prepotência, a falta de respeito pelo outro, e tantos outros monstros que destrói tudo. Bjus linda.

      Excluir
  9. Ei Nádia!
    Sou Catiaho Reflexo d'Alma, la do blog
    So em Palavras: http://soempalavras.blogspot.com.br/.
    Hoje vim te ler e te apresentar
    um outro canto meu.
    Passa la vou te seguir com ele
    e te espero la pra ler
    meu argumento.
    Adoro vc, seus blogs
    e vai se acostumando pois tenho 50 blogs bem diversificados.
    Bjins entre sonhos e delírios

    ResponderExcluir
  10. Ei Nádia!
    Sou Catiaho Reflexo d'Alma, la do blog
    So em Palavras: http://soempalavras.blogspot.com.br/.
    Hoje vim te ler e te apresentar
    um outro canto meu.
    Passa la vou te seguir com ele
    e te espero la pra ler
    meu argumento.
    Adoro vc, seus blogs
    e vai se acostumando pois tenho 50 blogs bem diversificados.
    Bjins entre sonhos e delírios

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Catiano, vou passar no seu blog novo sim. Obrigada por sua visita e carinho. Bjus

      Excluir
  11. nunca é tarde para o amor.
    um dia ele chega de mansinho.
    um beijo

    ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei amiga, nem sempre de mansinho... as vezes é avassalador e quando quer partir deixa um rastro de destruição e dor... pelo menos nos primeiros dias... Bjinhos

      Excluir
  12. Amiga, achei tão linda esta poesia que acabo de levar para o meu Blog.Está lá com os devidos créditos.
    Se quiser dar uma olhadinha, o link é este: http://poemaseversoslovestories.blogspot.com.br/2013/01/sera-que-o-amor-me-enganou-poesia-de.html
    Bjus querida!

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos