sábado, 12 de janeiro de 2013

Queria...

Queria deliciar-me nesta tua boca...
E sufocar-me, sedenta, nos teus beijos
Lábios quentes, que me deixam louca
Onde quero, ávida, saciar meu desejo

E com carinho nos teus braços envolvida
Sentindo vibrar tua paixão, tuas carícias
Entregar-me, totalmente, ébria e rendida
Ao teu ímpeto insano, cheio de malícia

Que me amasse, louco, do tempo esquecido
Que a noite, finalmente, cansada partisse
E nossos corpos, dementes, nada sentisse

Mas todos meus desejos foram contidos
Sufocados, na minha pele ardente e nua
Adormeci... sozinha amor... e não fui tua...

Nádia Santos
12/01/13


5 comentários:

  1. Olá Nádia, um poema sedutor, cheio de desejos...
    Adoro esse teu estilo...
    Um beijo..

    ResponderExcluir
  2. Belo, romântico, sensual, apaixonado. Um lindo poema de amor com a sua marca Nádia. Bjssss

    ResponderExcluir
  3. Belíssimo como todos,querida Nádia


    Beijos


    Donetzka

    ResponderExcluir
  4. Oi amiga, tomei a liberdade de colocar teu link em meu blog, espero que não se importe. Obrigado pelas visitas e comentários, volte sempre, tu és muito bem vinda. Abraços do amigo Bicho do Mato.

    ResponderExcluir
  5. Boa noite Nádia,vim agradecer a sua visita e seu comentário.
    Obrigada pelas lindas palavras.
    Você de todos os meus amigos é a terceira pessoa que leu o meu desabafo.
    Fique com Deus e volte sempre beijos.

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos