segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Faz-me flutuar...

Gosto quando me seguras forte!
Sentido a firmeza de tuas mãos
Guiando-me pelas veredas da sorte
Dos sonhos, fantasias e paixão

Mãos que desbravam meus segredos
Que vestem meu corpo de prazer
Esquecendo todos os receios e medos
Com teu toque que faz-me enlouquecer!

Eleva-me! Faz-me redimida e exaltada!
Que fico mais e mais apaixonada
E esse amor, ainda mais explícito...

Estas mãos alegram o meu viver
Tatuam minha pele com teu querer
E faz-me flutuar pelo infinito...

Nádia Santos
13/01/13





10 comentários:

  1. Oi Nádia!
    Que lindo soneto!
    Você escreve lindas poesias, adoro lê-las
    Boa segunda-feira preguiçosa
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz com suas visitas amiga, volte semore! Bjus

      Excluir
  2. Nádia,
    É um pedido de sensualidade, uma declaração de paixão e uma maravilha!
    Muito belo!
    => CLIQUE => Crazy 40 Blog...

    ResponderExcluir
  3. Bela poesia poetiza, bjs no coração !!!

    ResponderExcluir
  4. Muito bom poema... Espectacular....
    Cumprimentos

    ResponderExcluir
  5. O amor faz mesmo flutuar.....dessa forma com que o cantas.....
    Lindo o poema.... hummm você faz poemas que não sejam lindos???
    Beijos do amigo Marco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faz tempo que não aprecia... Fico feliz em te ver aqui. Bjinhos Marco.

      Excluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos