domingo, 18 de novembro de 2012

Teu colo

Sempre desperto com intenso desejo
De te dar este amor que não é pouco
De sentir o sabor do teu doce beijo
É diariamente... esse sonho louco!

De trocarmos delirantes carícias
Sem receios, vergonha, ou pudor
Ardentes, transbordando de malícia
Sentindo em nosso corpos o calor

Ouvir a tua boca dizer ardente
Que tudo em ti é tão somente meu
Estando feliz presa no abraço teu

Desfalecer de cansaço lentamente
Após momentos de intenso prazer
Como menina no teu colo adormecer

Nádia Santos
São Luis-MA
21/10/12

3 comentários:

  1. LINDO DEMAIS SEU POEMA,NÁDIA.ERÓTICO NA MEDIDA CERTA,ROMÂNTICO,SENSUAL! TODAS AS REAÇÕES NÃO BASTAM PARA O QUE SINTO AO LER SEUS ESCRITOS!


    PARABÉNS,MINHA POETA PREDILETA!

    BEIJOS COM GOSTO DE CARINHO


    DONETZKA

    ResponderExcluir
  2. Ah... o colinho do amor é demais não é!!! Maravilhoso! Bjão

    ResponderExcluir
  3. Nádia minha poetiza...leva ao ápice os nossos corações ...tirei a pressão arterial ...rsrsrs...estava alta ...muito lindo ...um grade beijo Pedro Pugliese

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos