quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Quando abres teus braços...


Quando abres teus braços para mim
Vislumbro um caminho repleto de sonhos
Como se surgisse uma estrada florida 
de rosas vermelhas, a cor da minha paixão,
a cor de minha vida! Como se teu corpo
fosse a luz da aurora, todo iluminado,
onde por ti caminho em busca da volúpia
tentadora dos teus beijos, dos teus abraços,
do mel do teu corpo, que sorvo ávida
e que me faz renascer... radiante!
Quando abres teus braços para mim...
Deixo que penetres minha alma,
e arranque as tristezas e as dores...
Esquecendo do tempo... E neste momento
escuto a brisa cantar a canção dos amantes,
que me faz feliz, viva, vibrante, ardente...
Sou tua amada, tua mulher enfim! E tudo isso...
Quando abres teus braços para mim...



Nádia Santos
São Luis-MA
26/11/12


4 comentários:

  1. Lindo demais,Nádia!

    Como sempre,todas as reações marquei.

    Tenho textos e poemas meus postados tb.


    Beijos com gosto de carinho


    Linda quinta!


    Donetzka

    ResponderExcluir
  2. A brisa cantar a canção dos amantes...

    Isso é lindo!!!

    bjsMeus
    Catita

    ResponderExcluir
  3. Como canta a canção popular: "É o amooooooorr".
    Lindo, lindo!

    ResponderExcluir
  4. Minha Nádia que bela versão de Amor nele tudo encontras ao simples abrir de braços Um beijo grande Pedro Pugliese

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos