sábado, 13 de outubro de 2012

Meu oceano

Teu corpo, divino, é meu oceano
Excitante, misterioso, quente...
Nele ouso mergulhar profundo
Nadando em anseios ardentes...

Sobre este mar antes tão calmo
Se forma um furacão devastador
São nossos corpos sedentos em delírio
Se entregando loucamente ao amor

Entre carícias e beijos se afogam
Corpo e alma levados por ondas de fogo
Homem e mulher em delirante jogo...

Depois de embarcar em devaneios
De navegar em tempestuosas fantasias
Nos deixamos levar pela calmaria...

Nádia Santos
13/10/12

3 comentários:

  1. BOM DIA MINHA QUERIDA AMIGA NÁDIA SANTOS GOSTARIA DE CONVIDAR VOCÊ PARA PARTICIPAR DO MEU NOVO BLOG,
    http://linkmequeeulinko.blogspot.com.br/

    OBRIGADA...

    ResponderExcluir
  2. Muito sensual, Nádia. Um hino à voluptuosidade!

    ResponderExcluir
  3. muito belo Nádia querida ...Que o rosa continue contemplando as tuas palavras e sentimentos ...a tua VIDA ...Um beijo Grande Pedro Pugliese

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos