domingo, 2 de setembro de 2012

Veredas sem fim


Andar por veredas sem fim...
Por trilhas por mim desconhecidas
Sem saber o que irei encontrar
Nas tantas curvas desta vida...

A vida é uma longa estrada
Que todos os dias faço um trecho
Terei sempre caminhos a escolher
Bom ou ruim, terei por fim o desfecho

A cada trecho percorrido os frutos,
De minhas decisões colherei
A vida então me responderá 

Conforme aquilo que optei

Quero seguir minha estrada
Ouvindo meu coração com calma
Se meu corpo se sentir feliz
Se sentirá também minh'alma!

Nádia Santos
São Luis-MA
27/05/12



2 comentários:

  1. minha querida Nádia ...belo ...muito bom seguir seu coração ... Com carinho Pedro Pugliese

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos