sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Sede de beijos

Dentro de mim vem esta sede estranha...
Dessa paixão que em mim palpita
Chega consumindo minhas entranhas...
E minh'alma doidamente grita!

Que feitiço lançastes sobre mim?
Sinto sede dos teus ardentes beijos
Que entontece e me faz reagir assim...
Estremecendo meu corpo de desejos...

Minh'alma é de ti cativa, eternamente
Sou tua e tu és meu, inteiramente
É vida, essa chama a arder dentro da gente!

Me envolves nos teus braços... tudo é perfeito!
Docemente apoias minha cabeça no teu peito
É magia...meus medos agora são desfeitos...


Nádia Santos
São Luis-MA
28/09/12

5 comentários:

  1. Penso ser o soneto mais sensual que jamais li, Nádia!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Querida amiga Dulce Morais, fico imensamente feliz por seu comentário e por saber que meu soneto te fez feliz. Bjus

    ResponderExcluir
  3. Lindo Nádia... nada mais delicioso...o feitiço, o desejo, o peito do homem amado... Suave e perfeito! Adorei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade amiga... não há nada mais perfeito, são deliciosos momentos... Bjão!

      Excluir
  4. Nádia mais uma vez transformas puro Amor e sensualidade em lindo discorrer Parabéns Pedro Pugliese

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos