quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Santuário

Meu corpo é um livro santo venerável
Santuário de grandes emoções
Templo de tantas e tantas sensações
Mundo de fantasia incalculável

Se este livro for aberto com calma 
Se procurares pacientemente
Com amor e... verdadeiramente
Por certo encontrarás minh'alma

Meu corpo e minha alma unidas 
Ardentemente num forte abraço
Vibram por essa paixão incontida

Meu corpo não há de ser profanado 
Só quem pode desvendar seu segredo
És somente tu... meu poeta amado!

Nádia Santos 
02/07/12


3 comentários:

  1. Boa tarde, Nádia. Amei seu soneto romântico e cheio de paixão feliz!
    A sua alma sempre presente nos seus escritos.
    Beijos na alma e fique na paz!


    OBS: Eu estava vindo ao seu blog e postando comentário, mas vc desapareceu e não retornei mais. Não sei o que houve. Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Oi amiga obg por voltar, fico feliz com sua visitinha. Bjus pra ti

    ResponderExcluir
  3. Minha Nádia lindíssimo poema ...fique tocado no coração de tal forma que ia te pedir para musica-lo humildemente ... Se aceitar fale comigo peupai@hotmail.com ...um grande beijo minha querida Pedro Pugliese

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos