quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Liberdade



Por que colocaste-me aqui
Nesta moldura impessoal?!
Aqui sinto-me presa
Como um pobre animal

Queremos plena liberdade
Sentir o vento. Eu e minha alma
Dentro desta moldura fria
Perdemos toda a calma...

Quero estar livre...solta!
Presa só se for nos teus braços
Onde deleito meu cansaço

Prende-me! Mas, na tua cama
Onde com teus carinhos
O meu desejo inflama...

Nádia Santos
19/09/12

Um comentário:

  1. Nádia bom dia querida ...bela expressão da liberdade !!! sempre boa !!! Um beijo Pedro Pugliese

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos