quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Ouço tua voz...




Pela manhã com tua partida
Pobrezinhos dos olhos meus
Choram lágrimas doloridas
Minha alegria te segue entristecida
Por não ver a luz dos olhos teus...

Ando pela casa num vai e vem...

Te vejo em todo o lugar...
E nessa hora sinto também
Uma saudade que me leva além
Ouço tua voz... sinto teu cheiro no ar...

Sigo para o nosso quarto ligeiro

Nele está impregnado o nosso amor
Encontrei teu perfume no travesseiro
Um arrepio me tomou o corpo inteiro
Senti neste instante intenso calor...

Minha ansiedade briga com as horas

Estão lentas... demorando passar...
É tardinha, e a saudade vai embora
Meu coração palpita bem agora
Já escuto teus passos a retornar!

Minha alegria chega antes de ti

Ela me toma doidamente
Meu coração fica fora de si
Meus lábios logo voltam a sorri
Quando me abraças apaixonadamente!

Nádia Santos

São Luis-MA
04/09/12

2 comentários:

  1. minha querida queria que soubesses a felicidade que me traz ler teus poemas com um toque que mais parece uma marca registrada a tua beleza de sentir e viver o que brota do teu coração !!! Deixo -te um beijo Pedro Pugliese

    ResponderExcluir
  2. Ah Pedro já nem sei mais o que te dizer... Vc é tão carinhoso, só fico feliz demais por vc gostar dos meus versos. Obg mesmo. Um abraço!

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos