terça-feira, 11 de setembro de 2012

O silêncio de um abraço



Quando eu estiver triste e calada
Não... não precisa dizer nada...
De nada com palavra, dá-me com ardor
O silencio de um abraço reparador

Aquece-me toda com este abraço
Acolhe-me carinhoso no teu regaço
Teu abraço cura qualquer melancolia
E faz passar de vez qualquer agonia

Se eu estiver no silencio absorta
Silencia amor, também comigo
É bom recostar num ombro amigo!

Beija-me sem palavras, que conforta
Se eu estiver triste, logo tudo passa
E depois, simplesmente me abraça!

Nádia Santos
São Luis - MA
21/06/12

3 comentários:

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos