sábado, 1 de setembro de 2012

Beijos de amor

Nas mãos trago um coração
Doidamente por ti a palpitar
Grita nele forte essa paixão
E por ti fica febril a delirar

Esse amor como canção soa
Que fica o meu peito a sorri
Que a tudo e a todos perdoa
É esse amor que sinto por ti

Teus beijos dá-me todos a mim
E sempre que tua boca me beijar
Ficará a minha alma a flutuar

E cai minha alma junto à tua
Rendida à paixão cálida e louca
Enternecida se beijas minha boca!

Nádia Santos
São Luis-MA
01/09/12



Um comentário:

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos