terça-feira, 7 de agosto de 2012

Vida inconstante


Como tudo muda de repente... 
Como tudo na vida é inconstante 
Ontem, lindos sonhos sonhando 
Hoje, na desilusão vou afundando 

Pensei que encontrei o amor, pura ilusão!
Construí um castelo de sonhos, que caiu 
Era tudo quimera, fantasia, imaginação 
E o amor como fumaça se esvaiu... 

Num dia pensei ser muito amada
Acordei do meu delírio e descobri 
Que eu estava totalmente enganada... 

Num dia sou feliz, no outro padeço 
Hoje amo feliz, amanhã já entristeci 
Para não lembrar, deito e adormeço! 

Nádia Santos
São Luis - MA 
14/12/11
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos