quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Vaidade e orgulho


Vaidade e orgulho pra que os querer?

Deles não preciso. Em que me faz crescer?
Tudo é vão... tudo inútil... tudo é nada...
Pobre alma que os tem... está necessitada!


Por tantas vezes me fez sofrer

Deixei-os ser mais forte, me envolver
Por ele, pessoas eu também magoei
Queria meu bem e eu... nem me importei


Só o amor tem uma força poderosa

Tem uma energia imensamente grandiosa
Tudo transforma, trazendo alegria
Força, entusiasmo, que nos extasia


Não! Não quero orgulho nem vaidade

Quero viver com humildade e simplicidade
Eu te amo meu amor sinta essa verdade
Nas palavras e gestos, minha sinceridade!


Nádia Santos

Recife-PE
01/05/12

Um comentário:

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos