quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Tudo em vão...



Não sou, como pensei tua metade
Nem tu o meu príncipe encantado
Na vida é cruel a dura realidade
Se não há amor, está tudo acabado

É imensamente triste e cruel descobrir
Que não era amor, que o outro nutria
Que tudo que o coração veio a sentir
Foi morrendo, na vivência do dia-a-dia

E as palavras de amor onde estão?
E os beijos dados com sofreguidão?
Foi tudo então mentira, tudo em vão...

Essa dor que agora vive em mim
Doe intensamente, machuca sim
E faz sangrar, meu Deus, o coração!

Nádia Santos
São Luis - MA
14/12/11



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos