quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Se pudesse seria...


Se pudesse seria um anjo alado
No invisível alegraria o teu ser
Passaria o tempo todo a teu lado
Sempre a te iluminar e te proteger
E da maldade te deixar resguardado

Com minha asas te abrigaria ardorosa
Impedindo que a tristeza e a solidão
O envolveste e o abraçaste fervorosa
Causando sofrimento ao teu coração
Fazendo-o derramar lágrimas dolorosas

As mágoas, eu apagaria do teu coração
E das lembranças, só deixaria as alegrias;
Mas sou apenas mulher, pedindo proteção
Numa prece sentida, tentando em sintonia
Com o Pai, luz para ti com minha oração!

 Nádia Santos
São Luis - MA
11/11/11





2 comentários:

  1. Lindo, terno, delicado seu poema. Lindo querer o seu. Muito grata pela visita Nádia. Tb te sigo. Bjsss

    ResponderExcluir
  2. Obg querida e seja bem vinda! Bjinho

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos