segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Pobre coração...

Ontem navegava despreocupado 
Num mar calmo e tranquilo 
O céu limpo e ensolarado 
Nenhum empecilho no caminho 

Nada lhe perturbava 
Seus sonhos se realizando 
Tudo a seu favor conspirando 
E você... amando... amando... 

De repente o mar se revoltou 
Toda a certeza desmoronou 
E sem chão tu agora ficou... 

Pobre coração! Divagando, 
Não viu seus sonhos afundando 
E o amor, coitado, se afogando... 

Nádia Santos 
São Luis - MA 
07/12/11

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos