terça-feira, 21 de agosto de 2012

O que precisas...

Amor, como estão os teus dias?
Longos e tristes que até te enfastiam?
Frios e nublados como tarde outonal?
Sentes angústia, que nunca sentistes igual?

Há! E as tuas noites querido?!
Estás mais solitário e perdido?
Se tornaram eternas tuas madrugadas?
Com noites sem lua e estrelas apagadas?

Que vazio tão imenso tomou conta de ti
Que aperto tão grande nesse teu coração
Que por vezes choras por tanta solidão!

Amo-te doidamente e intensamente
E o que precisas amor, diga a verdade
É minha boca na tua pra acabar tua saudade!

Nádia Santos
25/04/12


Um comentário:

  1. Linda minha querida ...Há se algum dia alguém que tive se preocupasse assim com o meu dia !!! Acho que seria mais feliz ... Com um beijo Pedro Pugliese

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos