sábado, 11 de agosto de 2012

Nossas bocas

Ouço apressados teus passos 
Ah felicidade! Chegaste enfim 
Abres então teus doces braços 
E caminhas sorrindo para mim 

Quanta saudade... quanta saudade! 
Com tua chegada a tristeza passou 
Foi embora a angústia, é só felicidade 
Os desalentos uma brisa suave levou 

Nunca me deixe, não vá embora! 
Prende-me toda a ti fortemente 
E sentirás meu amor intensamente 

E quando se beijam nossas bocas 
Essa paixão ardente se acentua 
Entendi: tu és meu e eu sou tua 

Nádia Santos 
13/01/12 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos