sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Horas de prazer


Vem amor que eu te espero... 
Estou ansiosa em nosso ninho 
Chega! Senão me desespero 
Cobre-me inteira de carinhos. 

Vem e aperta-me em teus braços
O meu corpo está a te querer 
Prende-me com um forte laço 
E com beijos vou te endoidecer! 

E quando me apertas fico louca
Ouvindo palavras de amor 
Que saem quente de tua boca! 

São horas de prazer incontido
São momentos vividos com ardor 
São horas, onde tudo é permitido! 

Nádia Santos
27/02/12
 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos