sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Febre de paixão


Este teu corpo me deixa doente
Deixando o meu inteiramente quente
É uma intensa febre de felicidade
És meu vício, minha enfermidade...

Este teu corpo me faz doente
Deliro em fogo ardentemente
Tu é a minha doce doença...
E só me cura a tua presença!

Encosta na minha tua pele suada
Que eu quero minha pele molhada
Deste veneno que dela é exalada
E cada gota fico mais apaixonada...

Teu corpo me deixa em febre
Os teus olhos me entontece
Os teus lábios me enlouquece
Sem ti... Nada me apetece...

Preciso de remédio para o coração
Vem minha vida, minha salvação
Me dá um banho de sensualidade
Quero em te perder minha insanidade

Necessito que me ame imediatamente
Não quero me curar dessa paixão
Quero me beije apaixonadamente
É por ti doente, minh'alma e coração!


Nádia Santos
15/06/12





3 comentários:

  1. Belo sugestivo e tocante muito belo Beijo Pedro Pugliese

    ResponderExcluir
  2. Que paixão extravagante! Querida Nádia, você escreve de um jeito que o leitor sente prazer de ler com emoção, suas palavras os encantam.
    Você é uma poetisa que mereço aplausos! Parabéns!
    Bjs
    Maria Maachado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim vc me emociona querida, com esse carinho todo... mas fico imensamente feliz por ter alguém que goste dos meus trabalhos assim como vc, muito obg e um bj pra ti.

      Excluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos