quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Beijos...

De saudade choro... de arrependimento...
Meu coração, insistentemente, me dizia:
Não vai! Não vai... Não é agora o momento
Agora sofro com essa dor que me angustia...

Eu te amo tanto amor... tanto...tanto...
Meus olhos estão pesados, cansados...
Não consigo mais conter meu pranto...
Chora... Chora coração despedaçado!

Se tivesse asas, neste instante eu voaria
Depressa ao teu encontro, feliz, eu iria
E jamais dos teus braços, amor, eu sairia

Daria todos os beijos que estão guardados
Beijos intensamente ternos e apaixonados
Beijo ardentes, de amor, beijos molhados!

Nádia Santos
Recife-PE
12/04/12

Um comentário:

  1. Muito bonito minha querida ... Obrigado por suas palavras no meu cantinho ... Com carinho Pedro Pugliese

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos