terça-feira, 21 de agosto de 2012

Condenada

O teu amor trouxe luz e alegria para minha vida
Saber que me ama me faz sentir eleita e querida;
Sem o teu amor os dias são um tormento eterno
Sem te sentir, viver, é ser condenada ao inferno!

Ah meu amor o que faço com toda essa saudade?
É uma dor que me toma com tanta intensidade...
Estar distante de ti é a pior de todas as penitências
Meu coração está a sofrer demais com tua ausência

Minhas noites são sem estrelas assim distante de ti
O mar é cinza e sem ondas perdeu toda sua beleza
O sol é frio, o vento não canta... tudo é só tristeza?

Mas quando meus olhos fitarem os teus irão sorri
E quando a tua boca, docemente, eu voltar a beijar
Todo esse tormento meu amor, vai enfim terminar!

Nádia Santos
Recife - PE
27/04/12

Um comentário:

  1. QUE LINDO MINHA QUERIDA ... AMEI ESTE POEMA COM CARINHO Pedro Pugliese

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos