quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Amar e ser amado



Há quem ame desmedidamente
Num sentimento louco, doente
Tratando o outro como posse
Criando fantasias em sua mente

Não há pessoas que amem menos
Nem há pessoas que amem mais
Há os que se deixam apenas amar
E os que querem dominar demais

Quando amamos e somos amados
Sentimos uma indescritível emoção
Mas cobrar... medir sentimentos...
É caminhar de encontro à frustração!

Amor é um sentimento espontâneo
Ele brota, nasce assim, naturalmente
E para mantê-lo intensamente vivo
Tem que se conquistar diariamente

No amor não pode haver submissão
No amor há liberdade e não escravidão
Não ha anulação nem extrema devoção
Basta só respeito, confiança, dedicação

Que importa o tamanho do amor
Que importa a força, a intensidade
Entregue-se com alma e com fervor
Simplesmente ame com sinceridade!

 Nádia Santos
São Luis - MA
17/11/11



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos