sexta-feira, 3 de agosto de 2012

A alma do Poeta

O poeta tem o dom da magia
Transforma o comum em fantasias
Da solidão e tristeza que sentia
Ameniza tudo em forma de poesia!

Falam dos seus sentimentos
De suas tramas e dramas
Das ilusões e ressentimentos
De quem já amou ou... ama...

Conseguem fazer sorrir
Com suas poesias fazem chorar
Consegue quem o ler refletir
E se permite a muitos... sonhar!

São loucos ou sonhadores?
Santos ou pervertidos?
Dos sonhos são vendedores
Aos tristes e desiludidos

A alma ardente do poeta
É sensível e inspirada
Às vezes está entristecida
Ou doidamente apaixonada

Quem teve o coração partido
Com suas dores secretas
Aquele que se encontra sofrido
Compreende a alma do poeta!

Os versos que aqui escrevo
Carregados de muita emoção
São sentimentos intenso, vivos
Que trago no meu coração!

Nádia Santos
26/11/11


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos