quinta-feira, 19 de julho de 2012

Teu olhar


Quando me olhas
Com teu olhar profundo
Meu corpo estremece
E esqueço do mundo

Teu olhar me desnuda
O corpo e a alma
E um louco desejo
Me tira a calma

Teus olhos inebriantes
são minha perdição
Quando cruzam com os  meus
Paralizo de emoção

Não precisas de palavras
Para expressar tua paixão
Pois teus olhos brilham
E transbordam de tesão

Mergulhar no teu olhar
Me causa deliciosa agonia
Revigora minh'alma
E meu corpo extasia.

Nádia Santos
Recife-PE
29/06/11

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos