quinta-feira, 19 de julho de 2012

Olhando as estrelas



Por tantas noites chorei
Olhando as estrelas
E só elas entendiam
O tamanho de minha tristeza
Só pra elas eu segredava
Meus sonhos e desejos
Dos meus tantos desencantos
Motivo de tristes tormento
A cada estrela brilhante
Eu ficava a perguntar:
Onde está o meu amor
Com quem eu vivo a sonhar?
Será que pensa em mim
E está a me esperar?
Pedia também aos anjos
De todo o meu coração:
Tráz depressa o meu amor
Senão morro de paixão!
Com o poder do nosso amor
A vida nos unirá
E mais nada nesse mundo
Vai poder nos separar.

Nádia Santos
Recife-PE
02/07/11

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos