sábado, 14 de julho de 2012

Diz que sou tua...


Mostra-me teu sorriso amor
Aninha-me forte em teus braços
Beija-me sedento e com ardor
Deixa-me repousar no teu regaço

Beija-me, agora,vorazmente a boca
Molha teus lábios carnudos nos meus
Fico assim, completamente louca
E meu corpo, ardente, a desejar o teu

Tem loucura meus braços pelos teus
Vem saciar essa fome que me deu
Procuro-te por toda parte, amor...

Quero-te ardente em nossa cama
Cheio de desejo vem... e me ama
Diz que sou tua... só tua, com ardor!

Nádia Santos
17/12/11

2 comentários:

  1. Um magnífico soneto de amor.
    Gostei imenso das tuas palavras.
    Nádia, tem um bom fim de semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada por tuas palavras e boa semana pra ti tbém.

    ResponderExcluir

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos