segunda-feira, 16 de julho de 2012

Carente


Hoje acordei carente
Sentindo infinita tristeza
Querendo te encontrar
E do meu amor te falar 
Acabar com a minha dor
Que por tanto tempo carrego
E que me machuca a alma
Sofrendo... enquanto te espero...

Hoje acordei carente
Com minha alma aflita
Que de tão tristonha
Grita assim pra vida:
- Onde está meu amado
que de mim se apartou?
Me deixando sozinha
Nesse mundo de dor...

Hoje carente estou
Com o meu coração contrito
Esperando que meu pranto
Seja por ti ouvido 
Então quem sabe assim 
Bem lá no infinito 
Meu choro de amor
chegue enfim, 
Aos teus ouvidos...

Nádia Santos
Recife-PE
30/04/11


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos