quinta-feira, 26 de julho de 2012

Arco-iris sem cor


Do meu arco-íris, já não vejo mais suas cores
Aos pouco estão desaparecendo, causando dores
Deixando o meu horizonte sem brilho, apagado...
Sigo por veredas, com o pensamento atormentado

Olho para o mar, não vejo alegria, apenas tristeza!
Cadê as ondas? Que brincavam, com toda beleza?
Num vai e vem estonteante, tão linda a bailar!
Sem ondas, escuro... é assim que o ver meu olhar...

Até o céu está mudado. O sol sumiu... Assim!
Só dias nublado, chuvoso amanhecem pra mim
Sem pássaros voando... num silêncio profundo
E o vento? Deixou de soprar, no meu mundo...

A lua, que tanto me inspirava, desapareceu...
Do meu céu sumiu de repente... sem um adeus!
Levou consigo todas as estrelas... uma a uma
E minhas noites não tem mais beleza alguma...

Eu era feliz e não sabia... Era sim, imensamente!
Meu coração estava sempre  alegre e saltitante
Agora amargurado, sem ti meu amor e amante
Ele chora. Chora um pranto doído e angustiante...
 Nádia Santos
Recife-PE
15/04/12




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos