sexta-feira, 27 de julho de 2012

Amores do passado


Assusta-me saber quantos amores tiveste
A quantas disseste que amava...
De todos os beijos, apaixonados e quentes
E dos suspiros de gozo que de todas arrancava
Às vezes me vem um ciúme de todas 
Das palavras de amor que falaste
Dos desejos que elas te despertavam
E das carícias que a elas proporcionaste
Mas para que pensar no ontem?
Os fantasmas, agora vão distantes
Eu sou hoje, sua mulher e amante!
E se por um momento de nostalgia
Por um instante de alguma se lembrar
Será o meu corpo quente, que irás tocar!


Nádia Santos
São Luis - MA
02/10/11


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tua visita e teu comentário são para mim motivos de alegria e são muito gratificantes, mas por favor, procure comentar apenas o conteúdo da leitura. Espero que encontre aqui algo que te conforte e te deixe com a alma mais leve ou... ardente. Volte sempre! Com carinho... Nádia Santos